top of page

Café da Manhã ADCE SP com Roberto Livianu

Na quarta-feira (21/02/24), a ADCE SP promoveu o primeiro Café da Manhã virtual de 2024, que contou com a presença de Roberto Livianu falando aos presentes sobre os Desafios do Enfrentamento à Corrupção.


Roberto é Procurador de Justiça em São Paulo, integra o Ministério Público desde junho de 1992, é doutor em Direito Penal pela USP, idealizador e presidente do Instituto Não Aceito Corrupção. É também colunista do Estadão e do jornal digital Poder360, membro da Academia Paulista de Letras Jurídicas, escritor, palestrante e professor, além de ter publicado 16 livros no Brasil e no exterior.


Roberto iniciou sua fala apresentando um contexto histórico acerca da corrupção, afirmando que antigamente a corrupção era aceita como a graxa que movimenta as engrenagens. Mencionou também que o episódio de Watergate, que culminou na renúncia do então presidente dos Estados Unidos, Richard Nixon, foi um divisor de águas no enfrentamento da corrupção, incentivando regras no âmbito mundial, que depois foram potencializadas com a Convenção da OCDE e a Convenção da ONU.


Para Roberto, apesar do Brasil ter assinado essas convenções, o país nunca tratou com seriedade a questão da corrupção. Foram feitos diversos projetos e leis acerca da temática, porém o problema nunca foi resolvido. Roberto também mencionou equívocos ocorridos na Operação Lava-Jato, mas enfatizou que esses equívocos não excluem o fato de que houve corrupção e essa corrupção deve ser endereçada de maneira eficaz.


Roberto também falou sobre diversas questões e problemas jurídicos no Brasil relacionados à corrupção e também sobre a corrupção no âmbito empresarial. Afirmou também que o país tem sim uma cultura de corrupção herdada de séculos atrás, mas que isso não pode ser utilizado como um subterfúgio para a não resolução do problema, responsabilizando apenas a cultura na qual estamos inseridos.


Para Roberto, é evidente a necessidade de uma reforma político-partidária para o endereçamento eficiente do problema da corrupção, destacando também a relevância da proteção ao denunciante e a necessidade de avanço no tema.


Por fim, mencionou o prêmio do Instituto Não Aceito Corrupção, que mobiliza seis categorias propositivas de solução do problema da corrupção, com o intuito de apresentar ideias e produzir soluções. Mencionou também que a partir deste ano, irão lançar a Pesquisa de Percepção Cotidiana de Corrupção a fim de que a sociedade se preocupe com o tema no momento de definição do voto.


A ADCE agradece Roberto por sua disponibilidade em apresentar os desafios do combate à corrupção e o papel dos empresários na construção de uma sociedade mais transparente.


Agradecemos também nossos apoiadores: CIEE, Grupo Asamar, CSul, Capitalismo Consciente Brasil, Supermercados Hirota e C.R.E.S.C.E.R.


Gostou deste evento???


Associe-se a ADCE, venha fazer parte deste especial grupo de líderes, acesse adcesp.org.br e saiba como.




Comentários


Posts Recentes

CONFIRA NOSSA AGENDA!
bottom of page